Macaé News
Cotação
RSS

Programa de conservação do mico-leão-dourado em Casimiro de Abreu

Publicado em 18/05/2015 Editoria: Meio Ambiente sem comentários Comente! Imprimir


Qualquer pessoa pode votar quantas vezes quiser e ajudar a eleger a iniciativa

O Projeto “Conservando a Mata Atlântica para manter uma população viável de mico-leão-dourado” está entre os finalistas no Prêmio Nacional da Biodiversidade. O trabalho, coordenado pela Associação Mico-Leão-Dourado, envolve vários parceiros, entre eles a Prefeitura de Casimiro de Abreu.  A votação pode ser feita até terça, 19 de maio, pelo site www.icmbio.gov.br/pnb/. O resultado será conhecido na noite da Cerimônia do Prêmio Nacional da Biodiversidade, dia 22 de maio.

O projeto concorre pelo júri popular com outras 17 iniciativas de várias partes do Brasil. Na categoria, a ONG Associação Mico-Leão-Dourado é uma das três finalistas.

A espécie mico-leão-dourado vive exclusivamente no interior do Estado do Rio de Janeiro e compreende oito municípios, sendo que Casimiro de Abreu é uma das cidades que mais abrigam as maiores populações e que possuem as melhores áreas com florestas para os micos viverem.

PARCERIA – Como o município tem o privilégio de estar inserido dentro da área de preservação do mico-leão-dourado, a Prefeitura de Casimiro de Abreu, por meio da Secretaria de Meio Ambiente de Desenvolvimento Sustentável, desenvolve diversas ações para melhorar a preservação do habitat da espécie. Recentemente começou a ser elaborado o Plano Municipal de Conservação e Recuperação da Mata Atlântica - Região Lagos São João. Encontros estão sendo realizados para montar um mapa com o diagnóstico socioambiental do município.

De acordo com o secretário da pasta, Maurício Porto, o Plano será um instrumento de planejamento para a preservação da Mata Atlântica. “O documento deve apontar ações prioritárias e áreas para a conservação e recuperação da vegetação nativa e da biodiversidade”, explicou.

› FONTE: ASCOM


sem comentários

Deixe o seu comentário