Macaé News
Cotação
RSS

Barça e Bayern disputam vaga na final da Liga

Publicado em 06/05/2015 Editoria: Geral sem comentários Comente! Imprimir


Idolatrado no Barcelona pelos títulos conquistados como jogador e treinador, Pep Guardiola voltará ao Camp Nou nesta quarta-feira. Porém, desta vez seu papel é de &39;vilão&39;, com a missão de colocar o Bayern de Munique na decisão da Liga dos Campeões. A Band transmite o jogo a partir das 15h15.

No Barça, a passagem de Guardiola no comando da equipe (2008-2012) é vista como uma era dourada, com nada menos de 14 títulos conquistados, inclusive duas &39;Taças Orelhudas&39; da Champions, em 2009 e 2011. Pep revolucionou o jogo do time catalão, reinventou Messi como &39;falso 9&39; e encantou o mundo com um futebol vistoso praticado até hoje, com alguns ajustes do técnico atual, Luis Enrique.

"É a primeira vez que estou voltando a Barcelona, para casa. É óbvio que será especial para mim, será um jogo repleto de emoções, mas não estou aqui para ser homenageado, estou aqui para levar o Bayern à decisão", admitiu o treinador.

Durante cerca de três décadas, Guardiola fez de tudo no Barça. Foi gandula no Camp Nou quando criança, jovem promessa no CT de &39;La Masia&39;, até se tornar o dono do meio do &39;Dream Team&39; de Johan Cruyff, conquistando a primeira Champions do clube, em 1992. A trajetória de treinador começou em 2007, no comando do time B, até marcar época como técnico principal de 2008 a 2012, montando um dos melhores times da história do futebol.

Por ironia do destino, Luis Enrique assumiu justamente o time B do Barça depois da saída de Pep. Sete anos depois, &39;Lucho&39; tentará repetir a façanha do ex-companheiro de equipe, que conquistou em 2009 a tríplice coroa (Liga dos Campeões, Campeonato Espanhol e Copa da Espanha). Guardiola já não tem mais como fazer isso com o Bayern. Na semana passada, foi eliminado nos pênaltis nas semifinais da Copa da Alemanha.

"Será a primeira vez que enfrentarei ele como treinador. Será especial para mim, como para todos os jogadores que já trabalharam com ele", comentou Luis Enrique. Lionel Messi, Andres Iniesta, Xavi Hernandez, Gerard Piqué... Muitos dos destaques do Barça de Pep estarão em campo no Camp Nou, diante de um time do Bayern que o treinador tenta moldar ao estilo catalão.

O clube bávaro também tem como principal caraterística a troca intensa de passes e a pressão forte sobre a saída de bola adversária. Um jogo baseado na valorização da posse de bola. Para isso, Guardiola contratou jogadores como Thiago Alcântara, formado nas categorias de base do Barça.

Para o filho de Mazinho, o duelo de quarta-feira também terá um sabor especial: além de voltar ao Camp Nou, Thiago enfrentará o irmão Rafinha, que permaneceu na Catalunha e escolheu defender a seleção brasileira, enquanto o meia do Bayern joga pela Espanha.

Pep não é unanimidade em Munique

O estilo de jogo do Bayern versão Pep não agrada a todos na Alemanha, acostumados a ver equipes jogando com estilo de jogo mais direto. "Se continuar assim, vamos ser iguais ao Barça. Ninguém vai querer ver o nosso time, porque os jogadores vão querer ficar passando a bola até a linha do gol", disparou no ano passado o lendário Franz Beckenbauer, destaque do tricampeonato europeu do clube em 1974, 1975 e 1976.

Para convencer os céticos, Guardiola precisa agora conquistar a Champions e deixar para trás a humilhação das semifinais do ano passado, quando foi atropelado pelo Real Madrid, com direito a goleada de 4 a 0 em plena Allianz Arena de Munique, depois da derrota por 1 a 0 no Bernabeu. "Tenho um grande respeito pelo Barça, mas precisamos ganhar", avisou.

Lewandowski jogará de máscara nesta quartaJosep Lago/AFP

 

Para o Barça, o jogo tem sabor de revanche, depois de outra surra memorável, quando perdeu por 7 a 0 no placar agregado (4-0, 3-0) para o Bayern na semi de 2013. Na época, Messi jogou no sacrifício, se arrastando em campo por causa de uma lesão. Nesta quarta-feira, o argentino estará 100%.

Formando o trio de ataque &39;MSN&39; com Luis Suárez e Neymar, &39;La Pulga&39; reencontrou seu melhor nível, numa função diferente daquela que ocupava sob o comando de Guardiola. O camisa 10 deixou de jogar como &39;falso 9&39;, voltando a atuar no lado direito. Apesar disso, continua participando muito do jogo e ganhou uma nova especialidade: deixar os companheiros na cara do gol. "Neste momento, nenhuma defesa pode parar Messi, é impossível. Na grande fase que vem mostrando há quatro ou cinco meses, ninguém pode pará-lo, nenhum treinador. Ele é forte demais", alertou Pep.

Quem vai sofrer com lesões, desta vez, é o Bayern, que não pode contar com os craques Arjen Robben e Franck Ribéry, além do lateral David Alaba. O atacante polonês Robert Lewandowski, que sofreu fraturas no nariz e na mandíbula na semana passada, foi relacionado para o jogo e terá que atuar com uma máscara de proteção. A grande incógnita da partida é que time terá mais posse de bola, já que ambos gostam de controlar o jogo.

- Prováveis escalações

Barcelona (ESP): Ter Stegen - Alves, Piqué, Mascherano, Alba - Rakitic, Busquets, Iniesta - Messi, Suarez, Neymar

T: Luis Enrique

Bayern Munich (ALE): Neuer - Rafinha, J. Boateng, Benatia, Bernat - Xabi Alonso - Lahm, Schweinsteiger, Thiago - Müller, Lewandowski (ou Götze)

T: Pep Guardiola

Árbitro: Nicola Rizzoli (ITA)

› FONTE: Band


sem comentários

Deixe o seu comentário