Macaé News
Cotação
RSS

Vereador pede que prefeitura não faça "serviço de preto"

Publicado em 05/05/2015 Editoria: Geral sem comentários Comente! Imprimir


Um vereador da cidade de Diamantino, no Mato Grosso, está sendo acusado de racismo após uma declaração polêmica durante sessão da Câmara na semana passada.

Edson da Silva, do PROS, conhecido como Giripoca, fazia um pronunciamento cobrando a administração municipal de melhorias numa estrada rural, quando disse: “O caminhão não tem como buscar o leite por causa da estrada. Só tem um buraco de lá até chegar aqui. Vamos esperar que faça um serviço de &39;gente branca&39;, não de &39;gente preta&39;, porque do jeito que está ali não dá”.

Silva, que é negro, foi criticado pelo Conselho Estadual de Igualdade Racial. Em entrevista ao G1, a secretária do conselho, Antonieta Luisa Costa, disse que o vereador deve “fazer uma reflexão”.

Após a repercussão do caso, Edson da Silva se retratou durante a sessão seguinte da Câmara e disse que usou o termo “por força de expressão”.

“Às pessoas que se sentiram ofendidas, minhas sinceras desculpas. Jamais tenho vergonha de me retratar com a comunidade por uma frase que eu disse por força de expressão. Venho dizer que às vezes as pessoas querem te derrubar e te manchar perante a sociedade e quero dizer que este coração jamais terá forças para fazer mal ou denegrir alguém”, afirmou.

› FONTE: Abril


sem comentários

Deixe o seu comentário