Macaé News
Cotação
RSS

Alimentação para o gado chega em 64 toneladas de ração em SJB

Publicado em 28/02/2015 Editoria: São João da Barra sem comentários Comente! Imprimir


Secom SJB

Secom SJB

Ao apoiar os produtores rurais para viabilizar o transporte de 64 toneladas de ração para o gado de corte e leiteiro, a prefeitura de São João da Barra, por meio da secretaria de Agricultura participa de mais uma ação para minimizar os problemas da seca, entre eles, a mortandade de animais. O prefeito José Amaro de Souza Neco junto aos produtores participou da entrega dos fardos na manhã desta sexta-feira, 27, na localidade de Rua Nova, 5º distrito do município.
 
Segundo o secretário de Agricultura, Pedro Nilson, a iniciativa dos produtores de se reunirem pode ser seguida por outros que também estão em busca de solução para alimentação do gado.
 
“Outros produtores rurais também podem contar com o apoio da prefeitura para o transporte da ração. A união do grupo que está recebendo hoje deve ser o exemplo para todos. Neste momento difícil, é preciso trabalhar em conjunto para amenizar a situação”, ressaltou.
 
Silagem de milho, Ração volumosa e a Azévem foram os tipos de ração que chegaram do Paraná em dois caminhões. O alimento será distribuído para os nove produtores que se uniram para comprar o produto. Segundo o líder da organização, o produtor Alcir Rodrigues, sem o apoio da prefeitura, a compra seria totalmente inviável.
 
“O frete fica mais caro que o produto em si. Se a prefeitura não nos ajudasse no transporte, todo este esforço seria inviável. Agradecemos e muito todo apoio que o Executivo tem dado neste período de forte seca”, salientou.
 
Para o prefeito José Amaro de Souza Neco, o momento é de trabalhar em conjunto para que os efeitos da seca seja minimizado em São João da Barra.
 
“A estrutura da secretaria de Agricultura está totalmente disponível para os nossos produtores. Temos 10 retroescavadeiras e duas escavadeiras hidráulicas que estão à disposição dos nossos trabalhadores. É um momento que devemos nos unir para minimizar os efeitos desta longa estiagem que assola nossa região”, concluiu.

› FONTE: Macaé News (www.macaenews.com.br)


sem comentários

Deixe o seu comentário

Digite as palavras abaixo: