Macaé News
Cotação
RSS

Operação ‘Choque de Ordem’ é implantada em Rio das Ostras

Publicado em 06/03/2015 Editoria: Segurança sem comentários Comente! Imprimir


Objetivo é dar maior ordenamento social e educação no trânsito

Objetivo é dar maior ordenamento social e educação no trânsito

Com o grande crescimento populacional de Rio das Ostras nos últimos anos, e naturalmen­te um maior fluxo em todas as vias urbanas do município, de­senvolver estratégias de manu­tenção da mobilidade urbana se tornaram uma das principais metas e prioridades da gestão pública atual. Dentro da gama de projetos e estudos que vêm sendo levantados, a pedido do prefeito Alcebíades Sabino,as secretarias de Segurança Públi­ca (SESEP), e Transportes Pú­blicos, Acessibilidade e Mobi­lidade Urbana deram início no final do mês passado à operação ‘Choque de Ordem’, que tem por objetivo reforçar o conceito de ordenamento social e a edu­cação no trânsito.

A operação conta com 12 guar­das municipais e aproximada­mente 20 fiscais de trânsito que se revezam pela cidade identifi­cando irregularidades, efetivan­do notificações aos condutores e em casos mais graves, aplicando sanções. De acordo com a SE­SEP, somente no primeiro dia da ação, foram aplicadas 44 multas, sete veículos foram recolhidos por estar em estacionamento irregular, e onze certificados de registro de veículos de transpor­te público- documento que per­mite a circulação foram retidos até que os permissionários re­solvessem as inconformidades. Até o momento, foram contabi­lizadas 83 multas e três veículos permanecem apreendidos no depósito municipal.

“É importante destacar que a função dessa operação não é im­plantar uma indústria da multa no município. A fiscalização é uma forma de conscientizar e infelizmente às vezes existe a necessidade de aplicar as mul­tas”, destacou o secretário Pau­lo César Viana, afirmando que a primeira etapa da operação foi mais rigorosa e agora segui­rá um caráter mais educativo, com mais abordagens aos con­dutores. O secretário apontou as Avenidas Bandeirantes e Jane Maria Figueira, ambas paralelas à Rodovia Amaral Peixoto após a Ponte Estaiada, como os pontos de maiores ocorrências de irre­gularidades, e estacionamento em locais proibidos, excesso de velocidade, avanço de sinal e faixa de pedestre como os prin­cipais casos de infrações no mu­nicípio, mas também disse que a operação está atenta às irregula­ridades provocadas por ciclistas e pedestres (desrespeito a faixa de pedestre, por exemplo).

Segundo dados do Detran, 46 mil veículos estão cadastra­dos no Município. Somente na Rodovia trafegam mais de 25 mil veículos por dia, de acordo com dados de 2010, do Depar­tamento de Estradas de Roda­gens – DER/RJ. Em horários de maior tráfego, mais de mil veículos chegam a passar por hora no local.

› FONTE: RJ News


sem comentários

Deixe o seu comentário