Macaé News
Cotação
RSS

Ambiente traça estratégias municipais para enfrentar a crise da água

Publicado em 27/02/2015 Editoria: Meio Ambiente sem comentários Comente! Imprimir


O projeto será apresentado ao Comitê de Bacias Hidrográficas dos Rios Macaé e Ostras

O projeto será apresentado ao Comitê de Bacias Hidrográficas dos Rios Macaé e Ostras

A secretaria de Ambiente da Prefeitura de Macaé traça estratégias para enfrentar a crise da água. No próximo 22 de março é o Dia Internacional da Água e o órgão vai lançar campanha de conservação de recursos hídricos e uso consciente da água. A ação vai durar três meses e será direcionada à população e às escolas públicas municipais.

Segundo funcionários da secretaria de Ambiente há ainda o projeto que será apresentado ao Comitê de Bacias Hidrográficas dos Rios Macaé e Ostras. Será enviado aos ambientalistas neste mês e visa promover o reflorestamento em nascentes, as quais alimentam essas bacias. O comitê é formado por representantes de diversas Organizações Não Governamentais, pelo poder público e por usuários dos recursos hídricos. Avaliará a pertinência e a abrangência do projeto.

Outra atuação da Sema  em relação à crise hídrica é o agendamento de solicitação ao Ministério Público Estadual para tratar da viabilidade de recursos públicos municipais a serem utilizados no reflorestamento de nascentes localizadas em propriedades  particulares. No sexto distrito do Sana, por exemplo, há propriedades com cerca de 17 nascentes. A ideia é que parte dos recursos seja proveniente do setor público. Mas deve haver contrapartida por parte dos proprietários.

Conferência de Meio Ambiente
Atendendo solicitação ao pleito da Câmara Municipal de Macaé, a Sema pretende promover a Conferência Municipal de Meio Ambiente, a qual tratará preferencialmente da crise hídrica. O objetivo é que desse evento seja extraída a "Carta das Águas", um compromisso a ser assumido pelos poderes públicos, Ongs, Inea, academias como UFRJ e outras, latifundiários, sociedade constituída e pelo Comitê de Bacias. A "Carta das Águas" que essa conferência vai produzir será um legado para a sociedade macaense.

Projeto junto à Agência Nacional de Águas        
A Sema também está trabalhando na elaboração de projetos a serem apresentados à Agência Nacional de Águas (ANA), na tentativa que haja recursos federais para custeio de Pagamento de Serviço Ambiental (PSA). Essa verba seria utilizada para pagar aqueles proprietários que requisitos do programa de preservação de recursos hídricos essenciais à coletividade.

Essas ações e campanhas fazem parte da estratégica pública municipal de enfrentamento à crise das águas, objetivando a preservação de mananciais e recursos hídricos do município.

› FONTE: Macaé News (www.macaenews.com.br)


sem comentários

Deixe o seu comentário