Macaé News
Cotação
RSS

Ramiro pede parceria e anuncia consórcio para a segurança da região

Publicado em 29/01/2014 Editoria: Polícia sem comentários Comente! Imprimir


Após dias de afastamento por conta de um falecimento na família, o comandante do 32º Batalhão de Polícia Militar de Macaé, o tenente coronel Ramiro Campos, anunciou nesta quarta-feira (29), no ‘Café da Manhã com a Comunidade’, que deseja realizar uma espécie de consórcio de segurança entre os seis municípios cobertos pelo batalhão. O objetivo é aumentar o efetivo dessas cidades com a ajuda das próprias prefeituras.   

Durante a reunião, no próprio batalhão, Ramiro pediu a ajuda da comunidade e de vereadores e secretários presentes no local, no combate a violência. O comandante revelou que questionou o aumento do efetivo ao vice-governador e coordenador de Infraestrutura do Estado, Luiz Fernando Pezão, nesta segunda-feira (27), na cerimônia de assinatura protocolo de intenções do programa ‘Somando Forças’, e que ele disse que o efetivo só será ampliado a partir do segundo semestre deste ano. 

Ramiro também contou que uma das grandes preocupações são os shows realizados nas praias da região durante os meses de verão. Ele frisou que não há tempo para esperar esse aumento prometido pelo estado e que por isso é importante que os municípios se unam.  “Preciso da união de todos os municípios para combater a violência. Não há como resolver esse problema sozinho”, comentou. 

Encontro em Rio das Ostras

No café o comandante convidou a comunidade e a imprensa para participar da reunião que vai tratar sobre o consórcio. O evento será às 10 horas da manhã, na 3ª Cia de Rio das Ostras. De acordo com o comandante os prefeitos da região coberta pelo batalhão (Macaé, Quissamã, Carapebus, Conceição de Macabu, Casimiro de Abreu e Rio das Ostras) estarão presentes.

Operação em Macaé

Uma das maiores reclamações durante o encontro foi o volume alto de som em bares e restaurantes. Depois de ouvir as solicitações o comandante pediu a ajuda da Polícia Civil e do Governo Municipal para realizar uma grande operação para combater a prática no município. O comandante não definiu o dia da operação.

 

Por Cláudia Márcia

› FONTE: Macaé News (www.macaenews.com.br)


sem comentários

Deixe o seu comentário