Macaé News
Cotação
RSS

Anac pede a aéreas esclarecimento sobre atrasos de voos

Publicado em 26/01/2014 Editoria: Geral sem comentários Comente! Imprimir


A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) notificou as companhias aéreas sobre atrasos e cancelamentos de voos ocorridos na sexta-feira e neste sábado. As empresas devem explicar que medidas tomaram para prestar assistência aos passageiros prejudicados.

Os problemas foram ocasionados pelo mau tempo nos aeroportos de São Paulo. Segundo a agência, fiscais estão monitorando a situação e a multa prevista para a omissão de assistência aos passageiros varia entre 4.000 e 10.000 reais.

De acordo com resolução da Anac que trata do assunto, "é dever da empresa informar aos passageiros sobre atrasos e cancelamentos de voo e o motivo. Além disso, a companhia deve oferecer facilidade de comunicação (ligação telefônica, internet e outros) para atrasos superiores a 1 (uma) hora; alimentação adequada para atrasos superiores a 2 (duas) horas, e acomodação em local adequado, traslado e, quando necessário, serviço de hospedagem, para atrasos superiores a 4 (quatro) horas, independentemente do motivo e mesmo quando a aeronave se encontra em solo", informou a agência por meio de nota.

A agência reguladora orienta os passageiros que se sentirem prejudicados a procurar a empresa aérea para fazer com que seus direitos sejam cumpridos. Caso os problemas não sejam solucionados, a recomendação é que os consumidores levem reclamações à Anac pelo telefone 0800 725 4445, com atendimento por 24 horas, todos os dias da semana.

Na nota enviada à imprensa, a Anac comentou também o ocorrido com o voo 1371 da Gol, na sexta-feira, no aeroporto do Galeão (RJ). Depois de esperarem por três horas dentro da aeronave, passageiros abriram a porta de emergência e andaram sobre a asa do avião.

"Será verificado se os procedimentos de segurança foram informados corretamente pela tripulação aos passageiros a fim de evitar condutas que ferissem as normas de segurança de voo", explicou o órgão. "Este tipo de conduta é reprovada pela Anac, pois coloca em risco a segurança do voo, dos passageiros que praticaram o ato e dos próximos passageiros que utilizarão a aeronave, além de impactar as operações da aeronave em questão, que por esse motivo tem que passar por uma inspeção rigorosa antes do próximo voo para garantir a segurança da operação e dos passageiros a bordo."

› FONTE: Macaé News (www.macaenews.com.br)


sem comentários

Deixe o seu comentário