Macaé News
Cotação
RSS

Nível do Sistema Cantareira sobe pelo 2º dia seguido

Publicado em 25/12/2014 Editoria: Geral sem comentários Comente! Imprimir


Depois de registrar o primeiro aumento após oito meses de queda, o nível do Sistema Cantareira voltou a subir nesta quinta-feira como reflexo das fortes chuvas que atingem o Estado de São Paulo desde o início da semana. Segundo a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp), o volume armazenado do manancial teve alta de 0,2 ponto porcentual de quarta para quinta — de 7 para 7,2%. O último aumento havia sido computado no dia 16 de abril — de 12% para 12,3% —, quando as represas do Sistema ainda operavam sem as cotas do volume morto, que estão sendo usadas atualmente.

Os outros quatro reservatórios que também abastecem a Grande São Paulo também ficaram mais cheios com as chuvas, com exceção do Alto Cotia, que teve queda de 31,5% para 31,4% entre quarta e esta quinta. O nível do Alto Tietê aumentou de 11,1% para 11,6%; o Guarapiranga, de 38,3% para 38,9%; o Rio Grande, de 69% para 70,5%; e o Rio Claro, de 32 para 32,9%.

Transtornos- Se por um lado os temporais trouxeram boas notícias com a cheia dos reservatórios, por outro, trouxeram problemas para cidades do litoral e do interior paulista, que sofreram com alagamentos, transbordamento de rios e deslizamentos. Destino de muitos turistas  nas festas de fim ano, São Sebastião foi uma cidades mais castigadas pelas chuvas que caíram sobre o Estado. Nesta quinta-feira, a rododovia Rio-Santos permanecia interditada na altura do município litorâneo, entre os quilômetros 145 e 147. Segundo o Departamento de Estradas de Rodagem de São Paulo, uma barreira ruiu sobre a pista e não há previsão de liberação. O próprio prefeito da cidade, Ernane Primazzi, chegou a pedir aos turistas para não virem ao município até que a situação seja normalizada. Várias praias da região foram isoladas e muitas casas foram invadidas pelas águas dos córregos que transbordaram. A Defesa Civil calculou pelo menos doze deslizamentos e setenta pessoas desabrigadas. A família do surfista Gabriel Medina, que mora em Maresias, uma das praias de São Sebastião, cancelou a festa de recepção ao campeão mundial agendada para esta quarta, devido aos estragos provocados pelas chuvas.    

Na quarta, além de São Sebastião, as cidades litorâneas de Santos e Cubatão também decretaram estado de atenção por causa da possibilidade de deslizamentos. Só ontem choveu na região o equivalente a um mês de chuva. A região de Campinas, no interior do Estado, também registrou estragos por causa dos temporais. De acordo com a Defesa Civil, pelo menos 200 pessoas deixaram suas residências. Foi decretado estado de atenção em sete cidades da região — Campinas, Monte Mor, Sumaré, Americana, Cosmópolis, Nova Odessa e Santa Bárbara d`Oeste.

Segundo o Climatempo, a previsão para esta quinta-feira é de calor e tempo estável, com a possibilidade de chuvas de menor intensidade. A frente fria, responsável pelos temporais dos últimos dias, está se dirigindo para o norte e dando lugar a uma massa de ar quente e seca, que deve aumentar as temperaturas e reduzir a umidade do ar nos próximos dias.

› FONTE: Abril


sem comentários

Deixe o seu comentário