Macaé News
Cotação
RSS
Carreira e Sucesso - Por Reginah Araújo

Carreira e Sucesso Por Reginah Araújo

Carreira e Sucesso - Por Reginah Araújo

Um Grito de Liberdade! 15 de novembro

Publicado em 14/11/2016 1 comentário Comente!

Liberdade, liberdade!

Liberdade, liberdade!

O que vamos comemorar no dia 15 de novembro?

Foi um grito de liberdade.
Cria-se o presidencialismo dando fim ao soberanismo da monarquia no Brasil.
Foi quando Marechal Manuel Deodoro da Fonseca, levantou-se e tirou da zona de conforto seu grupo de militares para mudar o Brasil,
destituindo o imperador e assumindo o poder no país.

Quem mudará nosso país agora?
Quem nos dará a liberdade que precisamos?
Quem sera o herói que nos tirará da tirania dos mesmos corruptos de sempre?
Quem levantará sua espada e dirá…
CHEGA!
Liberdade para que possamos viver com dignidade e ética.
Eu AMO o meu país, acredito nas pessoas, acredito na abundância e acredito que alguém de coragem irá Proclamar nossa Liberdade novamente.
Continuamos escravos dos impostos e das injustiças de politicos corruptos e sem caráter.
Não é porque existem algumas gotas de oleo no oceano que ele está completamente sujo.
Temos pessoas boas, que creio irão fazer história, assim como marechal Manuel Deodoro da Fonseca.
Quem sera o nosso próximo herói?

Será um dia como o 15 de novembro, 
De vitória e de Prosperidade.
Quem se habilita?
Liberdade, liberdade, abre as asas sobre nós!

Conhecendo mais sobre A Proclamação da República Brasileira.

Foi um levante político-militar ocorrido em 15 de novembro de 1889 que instaurou a forma republicana federativa presidencialista do governo no Brasil, derrubando a monarquia constitucional parlamentarista do Império do Brasil e, por conseguinte, pondo fim à soberania do imperador D. Pedro II. Foi, então, proclamada a República do Brasil.

A proclamação ocorreu na Praça da Aclamação (atual Praça da República), na cidade do Rio de Janeiro, então capital do Império do Brasil, 
Foi instituído, naquele mesmo dia 15, um governo provisório republicano. Faziam parte, desse governo, organizado na noite de 15 de novembro de 1889, o marechal Deodoro da Fonseca como presidente da república e chefe do Governo Provisório; o marechal Floriano Peixoto como vice-presidente; como ministros, Benjamin Constant Botelho de Magalhães, Quintino Bocaiuva, Rui Barbosa, Campos Sales, Aristides Lobo, Demétrio Ribeiro e o almirante Eduardo Wandenkolk, todos membros regulares da maçonaria brasileira.

HINO DA PROCLAMAÇÃO DA REPÚBLICA
Seja um pálio de luz desdobrado.
Sob a larga amplidão destes céus
Este canto rebel que o passado
Vem remir dos mais torpes labéus!
Seja um hino de glória que fale
De esperança, de um novo porvir!
Com visões de triunfos embale
Quem por ele lutando surgir!

Liberdade! Liberdade!
Abre as asas sobre nós!
Das lutas na tempestade
Dá que ouçamos tua voz!

Nós nem cremos que escravos outrora
Tenha havido em tão nobre País...
Hoje o rubro lampejo da aurora
Acha irmãos, não tiranos hostis.
Somos todos iguais! Ao futuro
Saberemos, unidos, levar
Nosso augusto estandarte que, puro,
Brilha, ovante, da Pátria no altar!

Liberdade! Liberdade!
Abre as asas sobre nós!
Das lutas na tempestade
Dá que ouçamos tua voz!

Se é mister que de peitos valentes
Haja sangue em nosso pendão,
Sangue vivo do herói Tiradentes
Batizou este audaz pavilhão!
Mensageiros de paz, paz queremos,
É de amor nossa força e poder
Mas da guerra nos transes supremos
Heis de ver-nos lutar e vencer!

Liberdade! Liberdade!
Abre as asas sobre nós!
Das lutas na tempestade
Dá que ouçamos tua voz!

Do Ipiranga é preciso que o brado
Seja um grito soberbo de fé!
O Brasil já surgiu libertado,
Sobre as púrpuras régias de pé.
Eia, pois, brasileiros avante!
Verdes louros colhamos louçãos!
Seja o nosso País triunfante,
Livre terra de livres irmãos!

Liberdade! Liberdade!
Abre as asas sobre nós!
Das lutas na tempestade
Dá que ouçamos tua voz!

 

 

 

Carreira e Sucesso

Por Reginah Araújo

Agenda

+ eventos

1 comentário

Deixe o seu comentário
Digite as palavras abaixo: