Macaé News
Cotação
RSS
Esporte News - Por Roberto Marcelino

Esporte News Por Roberto Marcelino

Esporte News - Por Roberto Marcelino

Macaé recebe o Mogi Mirim sem o apoio da galera

Publicado em 17/06/2016 sem comentários Comente!

Estádio Claudio Moacyr de Azevedo

Estádio Claudio Moacyr de Azevedo

O novo tecnico do Macaé Esporte para conduzir o Leão na Terceirona do Brasileiro, gostaria de contar com o apoio do torcedor macaense em seu primeiro desafio diante do Mogi Mirim. Mas ficará solitário a beira do gramado, devido a falta do laudo da Vigilancia Sanitária, que manterá os portões do Moacyrzão fechado para o publico. Será o quarto jogo, em cinco rodadas neste Campeonato, que o Leão jogará sem publico.


Ex-jogador e tecnico das categorias de base, Ganjão agora assume efetivamente o comando alvianil. E tem comandado as atividades do Leão desde a reapresentação do grupo na terça-feira. Ele, inclusive, já exerceu esta função interinamente em outras competições. Não será uma novidade e parece pronto para assumir a função na sequência da temporada.


Ganjão estava no comando da equipe de juniores do Macaé, que ocupa a oitava posição na Taça Rio. No ano passado, ele dirigiu o clube na disputa da Copa Rio, competição que já havia trabalhado em outras ocasiões pelo Alvianil Praiano.


A estreia na condição de técnico efetivado será neste sabado (18), às quatro e meia da tarde, contra o Mogi Mirim, no Estádio Moacyrzão, com os portões fechados. O Leão soma apenas três pontos em quatro jogos disputados pelo Grupo B. É o penultimo colocado e dependendo de uma combinação de resultados pode assumir a lanterna. Por isso a vitória é fundamental para iniciar uma reação e escapar do rebaixamento.

Pendência na renovação dosau ldos tecnicos

O estádio Moacyrzão precisa renovar três documentos diferentes para voltar a receber uma partida de futebol sem restrições e abrir os portões para o publico. O Laudo de Prevenção e Combate a Incêndio (LPCI) e o Certificado de Registro (CR) são disponibilizados pelo Corpo de Bombeiros. A diferença é que o primeiro é emitido pelo quartel local (no caso, o 9º GBM de Macaé), e o segundo, pelo central, que fica no Rio de Janeiro. Além disso, de acordo com a planilha de laudos técnicos divulgada pela Ferj, o aval da Vigilância Sanitária também precisa ser renovado, mas isso só pode acontecer depois que o LPCI for emitido.


A administração do estádio deu entrada no CR ainda em dezembro do ano passado. No caso do LPCI, o pedido foi feito no dia 26 de abril, três dias antes do laudo que estava em vigor expirar e praticamente um mês antes do primeiro jogo do Macaé em casa na Terceirona do Brasileirão.  Uma cartilha com uma série de exigências que deveriam ser cumpridas, foi entregue a administração do Moacyrzão pelo Corpo de bombeiros. Gradativamente, elas foram sendo corrigidas, mas o tempo corria contra a situação do estádio. Enquanto isso, o Macaé disputava o Campeonato Carioca e mandou sete partidas no Moacyrzão sem qualquer problema.


Alguns jogos deste Carioca, a TV que realizava as transmissões ao vivo, exibiu refletores pegando fogo e criticavam a ausencia de profissionais para combatê-lo ou no minimo isolar parte da arquibancada, em proteção preventiva ao torcedor. No dia 29 de abril, quando o estadual já havia acabado, o LPCI expirou.


Além do Macaé, o Serra Macaense também mandará seus jogos pela Terceirona do Carioca no Moacyrzão. Só não vai estrear com portões fechados, devido o adiamento. A abertura do Estadual programada para este domingo (19), foi transferida para o dia 26. Mas a Prefeitura de Macaé já havia reservado a data para o Macaé Oills mandar seu jogo pelo Estadual de Futebol Americano. A estreia do Serra será na quinta-feira (29), às oito da noite, recebendo o Duquecaxiense. Segundo os dirigentes do Alviverde, mais de 800 ingressos já foram vendidos. Resta saber, se até lá, o estádio poderá abrir os portões e receber a galera.

Esporte News

Por Roberto Marcelino

Agenda

+ eventos

sem comentários

Deixe o seu comentário
Digite as palavras abaixo: