Macaé News
Cotação
RSS
Acosta nos bastidores da notícia - Por Acosta

Acosta nos bastidores da notícia Por Acosta

Acosta nos bastidores da notícia - Por Acosta

Humberto Assumpção deixa a cultura e assume Agetrab

Publicado em 05/04/2016 sem comentários Comente!


Fortes emoções marcaram a despedida do presidente da Fundação Macaé de Cultura (FMC), Humberto Assumpção, nesta terça-feira, quando reuniu os funcionários da pasta no Foyer do Teatro Municipal de Macaé (TMM). No encontro, ele falou do convite recebido de Dr. Aluízio Junior para assumir a Agência de Trabalho, Educação Profissional e Renda (Agetrab).

Depois de dez meses à frente da fundação pública, Assumpção, que possui um currículo acadêmico voltado à Medicina, tem muitos anos de experiência e dedicação na gestão dos serviços públicos, inclusive como servidor concursado desde 1978, um dos mais antigos da prefeitura. Além disso, foi vereador pelo Município de Macaé, por dois mandados - em 1983 a 1986 e em1987 a 1992, sempre pelo Partido Democrático Trabalhista (PDT) partido o qual foi presidente. Como militante de movimentos e direitos dos trabalhadores brasileiros, Dr. Humberto Assumpção tem como sua marca a defesa da cultura popular, patrimônio material e imaterial.

Ao deixar a FMC ele agradeceu aos presentes pela colaboração e empenho de todos nas questões e projetos culturais que possam ter contribuído com o resgate da memória do patrimônio histórico e cultural do município. Na ocasião, Humberto falou que este ano o TMM será palco de grandes atividades, pois com a vinda da Emart - Escola Municipal de Artes Maria José Guedes, para o prédio da Fundação se solidifica das ações culturais de Macaé.

Com relação à salvaguarda da cultura, Assumpção anunciou a vinda de Tânia Jardim Mussi para a FMC. "Ela tem um perfil apropriado para a cultura e um bom diálogo. Acredito que o relacionamento com todos vai ser bom. Acredito ainda, que ela fará uma boa gestão", avaliou, enumerando alguns avanços inéditos de sua gestão.

- Executamos projetos como Pratas da Casa, Ensaios Abertos da Emart, Mulheres Sem Fronteira, Seminários de Matriz Africana, Série Encontros no Solar, Curtas as Quintas, Corfebol na Cultura e tantos outros, contando com pessoas que conhecem o cenário cultural, pois procuramos manter a estrutura administrativa da Fundação -, assegurou.

Durante a ocasião, também falou sobre os problemas ocasionados pela diminuição do repasse dos royalties do petróleo que penalizou o governo levando-o a uma situação financeira desarranjada, dificultando a economia do município. Otimista, porém, Assumpção prognosticou melhorias através do pacto dos municípios. "Com o adiantamento dos recursos dos Royalties vamos conseguir atravessar 2016 e cumprir as atribuições constitucionais", disse.

Na despedida, Humberto enalteceu o comportamento dos companheiros de caminhada cultural. "Fiquei muito lisonjeado pela maneira como me receberam e encontrei aqui comportamentos éticos. Vejo cabeças pensantes aqui dentro que têm a possibilidade de tocar situações que não tem como fugir", finalizou, sendo muito aplaudido pelos participantes. 

___________________________________

Por Lourdes Acosta / Jornalista Profissional

Macaé, 05/04/2016.

Acosta nos bastidores da notícia

Por Acosta

Agenda

+ eventos

sem comentários

Deixe o seu comentário
Digite as palavras abaixo: