Macaé News
Cotação
RSS
Movimento Ferrovia Viva - Por Alex Medeiros

Movimento Ferrovia Viva Por Alex Medeiros

Movimento Ferrovia Viva - Por Alex Medeiros

Trem e memória ferroviária em Macaé e região. Vamos viajar?

Publicado em 15/01/2015 4 comentários Comente!

ELA - A Ferrovia. Pátio e Estação Ferroviária de Macaé/1978.

ELA - A Ferrovia. Pátio e Estação Ferroviária de Macaé/1978.

E nascia um homem de ferro
          Em maio de 1978 ingressei, por concurso, nos quadros da extinta RFFSA, lá em Três Rios/RJ, como Auxiliar de Maquinista. Por cinco anos fiz parte de equipagens de trens de cargas e passageiros. Em janeiro de 1983 tive a oportunidade de ser transferido para Juiz de Fora/MG, a fim de trabalhar na área administrativa, mais  especificamente,  no setor de faturamento e partilha de fretes dos transportes de cargas em tráfego mútuo (que circulavam por outras ferrovias, como Estrada de Ferro Vitória-Minas e Fepasa). Em 1996  aderi ao PDV- Programa de Desligamento Voluntário, implantado pelo "Governo Collor", já no processo de desestatização da Rede Ferroviária Federal S/A, desligando-me da empresa.

E o meu trem saiu de Minas
          Em 2004, por necessidades pessoais e profissionais, vim para Macaé. Chegando, logo busquei saber sobre a ferrovia. Incomodavam-me ver a pouca movimentação de trens e o abandono de alguns ambientes ferroviários. Os afazeres dificultavam-me ações concretas. Em 2006, já bastante conhecedor da realidade macaense, inseri-me na Câmara Temática Mobilidade Urbana; um dos segmentos criados para discutir propostas para o Plano Diretor de Macaé. Nela, pude contribuir, sobretudo, no embate contra os interesses do então prefeito Riverton Mussi e de alguns integrantes do seu governo, de erradicar a malha ferroviária para implantação de um corredor expresso rodoviário. Ações da Associação dos Ferroviários e posicionamentos favoráveis à permanência da linha férrea, demonstrados na Câmara Temática, demoveram a ideia de erradicação do leito da linha. Mais que isso, incluíram diretriz e prioridade na Lei do Plano Diretor, a fim de que a cidade viesse a ter transporte de passageiros em modal ferroviário.

E surgiu o "Movimento"
          Em tal época fui convidado pelo jovem Diego Tudesco, então estudante de engenharia, para integrar um grupo de pessoas que trabalhavam sobre projeto de trem de passageiros para Macaé. Reuníamo-nos na Lyra dos Conspiradores, por deferência do presidente Reizinho, em função da íntima ligação dos ferroviários com a fundação e existência daquela mais que centenária Sociedade Musical. Lá nos encontrávamos, semanalmente. Diego, Venício Oliveira, José Pacheco, Ney de Almeida Rosa, e outros. Num dos encontros propus que o grupo tivesse um nome. O militante sindical, vereador e fundador da Associação dos Ferroviários, Venício Oliveira, sem pestanejar, de estalo, como que vindo do fundo de sua alma sedenta por ferrovia, sugeriu: "Movimento Ferrovia Viva". Hoje, em processo de regularização como pessoa jurídica.

Por que e para que estamos aqui?
          Há bastante tempo o Claudio convidou para que escrevêssemos aqui. Os afazeres diários e, principalmente, vínculo hierárquico com  administração da Associação dos Ferroviários Aposentados, Pensionistas e Ex-Ferroviários da RFFSA - Em Macaé, não recomendavam. Mas a curva se fez reta sem necessidades de "danos ambientais" e a  Estação "Coluna no Macaé News" foi vislumbrada como acessível. "Reservatórios" de ar cheios, o apito soou "SIM" ao convite, e o trem,  com inúmeros vagões carregados de vivências diversas, mas ainda com muitos vazios, estacionou aqui. Traz expectativas de trocar experiências e de viajar com você, prezado(a) leitor(a), pelos trilhos já trilhados ou ainda virgens, relatando, descrevendo, poetando, e vários outros "andos", sobre "ela" e "eles"; ferrovia e ferroviários, realidade e passado. Tudo pela revitalização do modal ferroviário e pela recuperação, manutenção e valorização da memória "dela" e "deles".

Movimento Ferrovia Viva

Por Alex Medeiros

4 comentários

Deixe o seu comentário
Digite as palavras abaixo: