Macaé News
Cotação
RSS
BreakFest - Por Sergio

BreakFest Por Sergio

BreakFest - Por Sergio

"O povo brasileiro é como o gado mestiço, um dia vai ver, que o arame farpado não era nada pra ele"!

Publicado em 03/12/2014 1 comentário Comente!

Ratazanas, pousam como bons moços ricos!

Ratazanas, pousam como bons moços ricos!

A vergonha, vem da falta generalizada do caráter e respeito das autoridades.
 A humilhação, pela impotência, diante as injustiças que sofremos. Claro que toda regra tem a suas exceções. Mas o que está acontecendo, é generalizado, isso não podemos negar! O brasileiro deixou se levar por culturas muito turvas e desonestas, que hoje afligem direto o âmbito social. Há falta de cumplicidade, educação e acima de tudo, amor. Vejam a classe médica em Macaé, que grande vergonha para essas pessoas de alto nível e poder aquisitivo. Ganham um ótimo salário para trabalhar poucas horas por semana, e no entanto, não comparecem, deixando uma população sofredora, doente e mais sedenta, sem direito a um atendimento. Sendo preciso a intervenção do Ministério Público para obrigar esses, a cumprir suas obrigações profissional. Isso é no mínimo desumano e muito vergonhoso! Mas não são só os médicos que procedem assim, muitos vereadores mesmo com a cidade que temos, não comparecem ao trabalho, nem para justificar o alto salário, já que é depositados em suas contas. Além dos extras que os fazem instantaneamente ricos.
 É uma vergonha explicita o que vivemos nesse país, mais exatamente em Macaé! Já que trata se de uma receita milionária, invejada por grandes centros. Todos os dias ouvimos novidades sobre escândalos, que nos explica essa inércia no crescimento estrutural da cidade. Lindos jardins? Nem tão lindos assim. Nunca vi árvores serem mudadas com tanta frequência, um verdadeiro desperdício de dinheiro. Alias, desperdício ou há alguém tirando proveito?
 A verdade é que essa falta de honestidade vivida por aqui, é tão antiga, que pode nos levar a um momento de colapso total. A violência, que nos aflige, não tem como ser registrada por uma única delegacia "Legal". Temos uma cidade com mais de de duzentos mil habitantes. Violenta, escura, suja, sem nenhuma obra de valor, que corresponda aos  fabulosos rendimentos que recebemos. Resumindo, sem nada que nos faça felizes. A não ser seus belos recursos naturais. 
Assim que sobrevivendo nesse Brasil, a cara, é de um grande paraíso, mas infelizmente, podre e mal cheiroso. Um povo, que reelegeu um governo sujo e inescrupuloso, não, que o outro fosse melhor, mas ao menos, interveria nessa sequencia criminosa, que temos que assistir e sofrer as consequências. 
Todos os serviços são de quinta categoria, a irresponsabilidade permite que façam, o que for conveniente ao favorecimento da minoria. A falta de qualidade vai da internet ao serviço de telefonia. E quem deveria se responsabilizar por isso? Quem deveria cobrar por qualidade, em nome desse povo? Povo que paga pelos impostos mais altos do planeta, jamais admitido que em outros países, mesmo que inferiores e de menor economia. Dizem que a gasolina que exportamos para Argentina, é mais barata, que a que consumimos. Verdade ou não, o certo é que aqui, parece sermos uma raça auto destrutora. Macaé, é um exemplo explícito desse péssimo modelo, que é o Brasil hoje. A falta de homens no sentido do caráter, é vista a olhos nus! Não é preciso CPI, basta um passeio pela cidade, com uma calculadora nas mãos, para constatar, que nada foi feito com as somas milionárias, que pagamos em impostos, além dos benefícios do petróleo, e o que pagam as empreiteiras. Um quadro lamentável, que envolve homens de classes elitizadas, inteligentes e sábias! infelizmente, potências limitadas a auto satisfação. Apesar de todo potencial, sem o amor. O Que nesse mundo atual é primordialmente e sem dúvida, a base para qualquer ser vivo, se considerar justo, humano e verdadeiramente feliz, civilizado e elegante! 
 

BreakFest

Por Sergio

1 comentário

Deixe o seu comentário