Macaé News
Cotação
RSS
Acosta nos bastidores da notícia - Por Acosta

Acosta nos bastidores da notícia Por Acosta

Acosta nos bastidores da notícia - Por Acosta

O uso de agrotóxico nos alimentos pode prejudicar a saúde

Publicado em 11/01/2014 2 comentários Comente!

A lavagem adequada minimiza a ingestão do veneno

A lavagem adequada minimiza a ingestão do veneno

O Dia do Controle da Poluição por Agrotóxicos, comemorado neste sábado (11), em todo o Brasil, serviu de alerta para que a população se conscientize dos riscos causados pelo seu uso indiscriminado, dos problemas causados ao meio ambiente e à saúde humana.

Os agrotóxicos são usados na agricultura convencional para impedir que pragas afetem legumes, verduras e frutas, garantindo uma safra farta. O problema é que esses produtos fazem mal à saúde, causando doenças como câncer, má formação congênita, alergias respiratórias, diabetes, distúrbios de tireoide, depressão, aborto e até Mal de Parkinson. Por isso, quanto mais agrotóxicos tiver, pior é o alimento.

No Rio de Janeiro, a data marcou o ponto alto das ações de controle do agrotóxico no meio rural. Segundo a secretária estadual de Agricultura, o objetivo é, através da informação e conscientização, mudar a atitude dos agricultores com relação ao uso de agrotóxicos em suas lavouras. Em muitos Estados brasileiros a data é usada para o combate ao uso indiscriminado de agrotóxicos nos perímetros irrigados, usando para tal a fiscalização e a conscientização da população.

Um estudo do Programa de Análise de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos (PARA), da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), constatou anormalidades sobre o uso de agrotóxico em 13 dos alimentos mais comuns consumidos na mesa do brasileiro. Muitos deles também apresentaram substâncias não autorizadas no Brasil. A agência analisou mais de três mil amostras dentre os alimentos monitorados estão o arroz, a uva, a cenoura, a laranja, o abacaxi, o alface, o morango, o feijão, o pimentão, a maçã, o mamão, o pepino e o tomate.

Dentre os alimentos com grandes taxas de irregularidades, o pimentão lidera a lista, das 213 amostras estudadas 89% apresentaram violações, a maioria delas por uso de defensivos agrícolas não autorizados. A pesquisa constitui dois tipos de irregularidades, uma quando o alimento possui agrotóxico acima do Limite Máximo de Resíduo (LMR) permitido e outra quando a amostra apresenta resíduos de agrotóxicos não autorizados para o alimento. A Anvisa destacou que dois tipos de agrotóxicos proibidos no Brasil, o azaconazol e o tebufempirade, foram encontrados nas amostras de alimentos.

O site The Huffington Post também publicou uma lista com os 12 alimentos mais contaminados nos Estados Unidos. A maçã é a campeã, seguida por morango, uva salsão, pêssego, espinafre, pimentão, nectarina, pepino, batata, tomate cereja e pimenta. Embora essa lista faça referência a alimentos analisados nos Estados Unidos, o tema nos leva a pensar sobre como evitar o consumo excessivo de agrotóxicos, que pode ser minimizado com a lavagem adequada de frutas e vegetais.

Veja a seguir algumas dicas para não ingerir tantos elementos químicos e prejudicar a saúde:

Morango - Deixe de molho em uma solução de uma colher de sopa de bicarbonato para um litro de água por meia hora. Depois, lave em água corrente; Batata - Lave a casca com escovinha e descasque. Se quiser, deixe de molho em uma mistura de água e bicarbonato (uma colher de sopa de bicarbonato para cada litro de água) durante meia hora; Tomate - Lave muito bem com água, detergente e esponja, ou descasque; Mamão - Como é uma fruta consumida sem a casca, o risco de ingestão de agrotóxicos é menor. Mas sempre lave a casca antes de cortar o mamão para evitar que o agrotóxico vá para a faca e contamine a polpa; Verduras - Deixe rúcula, alface, escarola e outras folhas verdes de molho em uma mistura de água e bicarbonato por meia hora (utilize uma colher de sopa do bicarbonato para um litro de água). Depois lave com muita água corrente; Laranja - A casca protege o sumo do contato com os agrotóxicos. Basta descascar a fruta para comer – Maçã - A casca dessa campeã em contaminação guarda a maior parte das fibras que fazem da maçã uma fruta muito saudável. Por isso, lave bem com detergente, água e esponja e deixe de molho na água com bicarbonato, na proporção de um litro de água para uma colher de sopa; Cenoura - Apesar de assimilar poucas quantidades de agrotóxico, lave com escova em bastante água corrente; Banana - Basta tirar a casca, já que os agrotóxicos não penetram na fruta.

__________________________________

Por Lourdes Acosta / jornalista profissional.

Acosta nos bastidores da notícia

Por Acosta

Agenda

+ eventos

2 comentários

Deixe o seu comentário
Digite as palavras abaixo: