Macaé News
Cotação
RSS
BreakFest - Por Sergio

BreakFest Por Sergio

BreakFest - Por Sergio

Primeiro gritamos "Fora corrupto"! Depois "Volta corrupto"? Que povo é esse?

Publicado em 23/08/2014 sem comentários Comente!

Impugnado mas na luta por divisão de votos, na luta para alçar de alguma forma uma vaga que lhe de respaldo e garantias.

Impugnado mas na luta por divisão de votos, na luta para alçar de alguma forma uma vaga que lhe de respaldo e garantias.

Até quando a completa falta de vergonha vai imperar? Até quando o constrangimento continuará sendo atropelado? Não se importa com os olhos do povo, absurdamente corrupto, responde a dezenas de processos, mas não sente vergonha, não se constrange, nem se encolhe diante a aos milhões, que já colocou em seus bolsos. Sempre quer mais! Figura que retrata a ilegalidade em suas expressões. Um carrasco enganador! Serve migalhas ao povo, reservando para si e seus convivas a maior parte dos benefícios de uma cidade. Como podem endeusar um homem perverso e consciente de seus crimes? Aplaudem, aclamam e até brigam em seu nome. Onde estamos que não conseguimos enxergar esses autêntico vilão da sociedade macaense como tal? Exatamente no Brasil, onde a educação é programada, com limites de conhecimento. Onde ela é servida em medidas homeopática, para que as janelas continuem fechadas e a visão de um mundo melhor e possível, seja interrompida. Para que nós continuemos ignorantes.

A política que permitimos ser governados, é escravizadora. Não temos uma vida justa. O resultado do nosso trabalho é literalmente garfado por impostos irreais. Somos vítimas de um sistema covarde e inescrupuloso, onde homens que dias atrás nada tinham, e hoje são literalmente milionários. Donos de legados, que jamais através de caminhos honestos, alcançariam.

Rico, mas insatisfeito! Sim, além da riqueza existe outro fator que aprisiona esses monstros a política. É o poder, a única forma de continuarem ladeados por falsos amigos e livre da justiça. O único jeito de se manter querido, desejado e livre. Por que, bem sabemos, que fora da política, nada és. A solidão logo chega e o esquecimento junto. Além dos incontáveis processos.  Apesar de que nesse caso, a lembrança não se apagará facilmente. Ela é como uma mancha na história desse município. Ela representa a absoluta estagnação dessa cidade, quando mais poderia ter crescido e dado frutos.

Hoje lamentamos por tantas coisas que falta a Macaé, mas estamos vendo a ação da justiça. Quantos novos milionários nasceram as custas dessa corupção? O certo é que todos sabem dos motivos de uma cidade sucateada e sem a menor infra estrutura para existir. Sabemos do caminho das fortunas, que por aqui passaram. Mas lamentavelmente não temos a educação necessária para dar uma resposta à altura. O pior é, que essa inconsciência se comprova ironicamente, pelos aplausos ao inimigo responsável pela desgraça.

O Brasil tem como rumo, um caminho sem direção. Nesse ritmo irresponsável, com certeza sofreremos um caos generalizado e não vai demorar muito. Os governantes sabem que a nossa imagem diante ao mundo, é de um povo malandro e sem cultura. Pela passividade que admitimos ter, diante a tanta injustiça social promovida por eles.

A humilhação que sofremos diante aos outros povos é muito grande. Somos escravos, sem distinção de cor ou raça. Escravos de governos impiedosos. Vítimas de uma classe, que só se atrai por ela, homens de caráter estranho. Ou você conhece alguém de boa índole, que se proponha a ser político? É como ganhar um título de duvidoso. Assim também acontece com quem os apoia. A grande maioria de cartazes em residências, reflete a venda de votos. Infelizmente essa consciência só poderá nos chegar através da educação. É de professores que precisamos, professores em toda a parte, principalmente no governo. Para ensinar antes de qualquer coisa, a arte do respeito ao próximo, o profundo e importante significado da palavra, patriotismo. O sentimento humanitário que desperte a honestidade e clareza do ser. Não temos mais tempo para essa ignorância que vivemos. Ela mata todos os dias, e nunca saberemos quem será a próxima vítima.

Vamos escolher com dignidade, votar com inteligência, nos promover a um mundo decente e livre desses criminosos. Estamos cansados de ver e comprovar, são autênticos inimigos da sociedade.

Mais particularmente, me refiro a Macaé! Onde resido e sinto amplamente a mão criminosa de seus governos!

BreakFest

Por Sergio

sem comentários

Deixe o seu comentário