Macaé News
Cotação
RSS
Acosta - Por Lourdes Acosta

Acosta Por Lourdes Acosta

Acosta - Por Lourdes Acosta

Arraial do Cabo fica sem água em pleno réveillon

Publicado em 07/01/2014 sem comentários Comente!


Em pleno verão a costeira cidade de Arraial do Cabo, localizada a leste do Estado do Rio de Janeiro, na chamada Região dos Lagos ou Costa do Sol, cercada de belezas naturais por possuir lindas praias de águas verdes e transparentes, com areias claras e branquinhas, sofreu nos cinco primeiros dias do ano, a falta de água potável.

Destacada das demais cidades fluminenses por se tratar de um polo turístico, que atrai milhares de visitantes neste período, Arraial é servida pela Empresa Prolagos, uma concessionária responsável pelos serviços de abastecimento e tratamento de água. Nos primeiros dias de 2014, os moradores do antigo vilarejo de pescadores e os turistas que ficaram sem o precioso líquido até nas diversas pousadas em que se hospedaram e não tiveram alternativas senão tomar banho nos chuveirões de alguns bares praianos que possuíam poços artesianos ou adquirirem garrafões de água mineral para o consumo humano.

Segundo a concessionária prestadora dos serviços, na madrugada do último dia do ano (31) houve um rompimento em uma das principais tubulações que transportam água para os municípios de sua área de concessão na altura de São Pedro da Aldeia. “O reparo foi imediatamente concluído e o sistema voltou a operar em carga total. O abastecimento está sendo retomado de forma gradativa para os municípios de Armação dos Búzios, Arraial do Cabo, Cabo Frio, Iguaba Grande e São Pedro da Aldeia”.
No entanto, em Arraial, que fica a cerca de 50 km da Estação de Tratamento de Água (ETA) de São Vicente de Paulo, em Araruama, o abastecimento só foi normalizado após cinco dias, na noite de segunda-feira (6). Isso fez com que centenas de turistas antecipassem seu retorno às cidades de origem.

De acordo com a sexagenária Maria Coêlho, a falta d´água apressou seu regresso e de sua família. Ela disse que estando hospedada numa casa de aluguel temporário, na Praça do Imperador, ligou inúmeras vezes para a concessionária obtendo a informação de que o abastecimento d’água iria ser regularizado em 24 h, mas que isso não aconteceu. “Nós passamos o Réveillon numa pousada do Pontal Atalaia e ficamos encantados com a vista aérea da cidade. Depois, retornamos para a casa que alugamos e não encontramos sequer uma gota d’água para nosso banho. Isso afugenta o turista que nessa época do ano vem passear na cidade. Se a concessionária tem conhecimento de que o período é de turismo e inchamento urbano deveria no mínimo disponibilizar carros pipa para abastecer a população num caso desses de rompimento de adutora”, assegurou.

Conhecendo Arraial - Exceto o turismo que tem se tornado uma fonte de renda do lugar, a cidade sempre viveu em função do extrato de sal e ao chegar à área podem-se ver as salinas com seus moinhos de vento. A pesca também é uma fonte de renda para os habitantes. Arraial do Cabo é um lugar onde a maioria da população e proprietários, vivem, moram e trabalham no lugar. A cidade costeira tem uma altitude média de apenas oito metros e foi fundada em 1985, após a emancipação de Cabo Frio. Possui mais de 26 mil habitantes, segundo dados do IBGE. As rodovias que servem o município são a  RJ-140/BR 120 e a RJ 102. Como o nome indica é realmente um cabo, um pedaço de terra adentrando ao mar, com grande diversidade de praias, entre estas pode se considerar que estão algumas das praias mais belas do mundo.

Arraial do Cabo abriga uma diversificada vida marinha - são tartarugas, meros, lulas, lagostas, arraias e até golfinhos que vivem em harmonia nas ilhas do Farol e dos Porcos, nos sacos do Cherne e do Cordeiro, na praia do Forno, na Ponta d&39;Água e na Gruta Azul. Lá se encontram os melhores pontos do país para praticar o esporte além das águas transparentes. A cidade é conhecida como a "Capital do Mergulho". Os passeios duram quatro horas e descortinam as mais belas paisagens de Arraial do Cabo. O roteiro inclui paradas no Pontal do Atalaia (Prainhas) e Ilha do Farol, passando pela Gruta Azul, uma salão de 30 metros de extensão e 15 de altura - o nome vem dos efeitos causados pelas paredes internas, que têm tons dourado e prateado e que se tornam azuis de acordo com a incidência de luz. As embarcações partem da praia dos Anjos. O programa preferido dos casais - assistir ao pôr-do-sol no Pontal do Atalaia é imperdível. As pedras ficam a 180 metros de altitude, descortinando vista panorâmica.
__________________________________
Por Lourdes Acosta / jornalista profissional

Acosta

Por Lourdes Acosta

Classificados

+ anúncios

sem comentários

Deixe o seu comentário