Macaé News
Cotação
RSS
Sexo Verbal - Por Fabielly Vasconcelos

Sexo Verbal Por Fabielly Vasconcelos

Sexo Verbal - Por Fabielly Vasconcelos

PAIXÃO OU AMOR EIS A QUESTÃO

Publicado em 01/04/2019 sem comentários Comente!


A paixão nos aproxima, mas só o amor tem a capacidade de nos unir.  O estado de “apaixonamento”  é muito importante e empolgante, ficamos nele  de seis meses a dois anos em média,  nesse estágio do relacionamento é que acontecem os melhores momentos, é quando não vemos os defeitos do outro, pois estamos em um estado de cegueira, catatonicamente dementes. Um filme nacional, “ Pequeno dicionário Amoroso” tem um diálogo que a protagonista descreve os sintomas do que está sentindo para uma amiga,  ela diz:  “Você está apaixonada ou está com malária.” Isso mesmo a paixão é uma doença, não pensamos direito, não agimos com lógica, ser uma doença não retira a magia nem o encantamento do momento, mas é algo passageiro, a paixão te dá impulsos e faz você cometer loucuras em nome dela mas logo cairá na sua realidade.

Quando a paixão passa você começa a se questionar,  geralmente sobre atitude que a outra pessoa tem, nesse momento começam as brigas e as pessoas citam a frase clássica. “ Ele (a) não era assim.” Na realidade sempre foi assim, não foi o outro quem mudou, seu olhar sobre o outro que mudou. Nesse exato momento que a chave vira, que  saberemos se vai ser amor ou vai acabar.

A paixão pode virar amor? Geralmente as grandes paixões, aquelas avassaladoras são tão intensas, são tão exigidas e vividas intensamente por nós que acabamos sabotando e não damos a menor chance para elas, pois idealizamos tanto, que a destruímos antes que elas tenha chance de sobreviver por mais tempo.

Mas o amor ele é a paixão amadurecida, a paixão que resolvemos deixar dar certo, a paixão que deixamos ficar, no amor cultivamos os bons momentos que tivemos na paixão, não mascaramos os defeitos, pois sabemos que eles existem de ambas as partes e aprendemos a conviver.

O amor pode também nascer de uma amizade e ter estágios de “apaixonamentos”, então o amor ele é algo racional,  a paixão não.Racionalmente eu escolha sempre amar. Não estou falando aqui do padrão de amor romantizado, mas amor em sua ampla idéia de companheirismo, entendimento e harmonia entre as pessoas, o que é uma busca de todos nós.

 

Sexo Verbal

Por Fabielly Vasconcelos

sem comentários

Deixe o seu comentário