Macaé News
Cotação
RSS
BreakFest - Por Sergio

BreakFest Por Sergio

BreakFest - Por Sergio

Até quando vamos continuar tendo vítimas mortais na Amaral Peixoto entre Macaé e Rio das Ostras?

Publicado em 01/06/2018 sem comentários Comente!

Cade o dinheiro designado para essa estrada?

Cade o dinheiro designado para essa estrada?

É uma inexplicável covardia o trecho de estrada que liga Macaé a Rio das Ostras. Por onde circulam mais de 40 mil automóveis dia. Se fosse apenas buracos... Uma estrada escura, sem sinalização com muito mato, cheia de crateras, armadilhas e Inúmeros pardais, que recolhem em multas o que daria pra construir uma estrada nova a cada ano! 

Essa espera por uma rodovia descente é desde 2008.

Mais uma herança dos governos, dos momentos dourados do petróleo por aqui. Sem nenhum progresso que comprovasse o uso do dinheiro que tivemos. Gostaríamos de saber onde foi parar os 300 mlhões designados a reformas dessa estrada.

Em quinta-feira, 21 de junho de 2012, o Jornal de Rio das Ostras publicava:

-“O governo estadual vai destinar R$ 300 milhões, dos recursos obtidos junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), para as obras de duplicação da Rodovia Amaral Peixoto (RJ-106) que liga Rio das Ostras a Macaé.

Rio das Ostras aguarda a promessa da duplicação há 4 anos e na ultima segunda-feira, dia 18, se reuniram o prefeito de Carlos Augusto e o vice-governador do Estado, Luiz Fernando Pezão, para assinatura de mais um convenio, confirmando que o governo estadual vai destinar R$ 300 milhões, dos recursos obtidos junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), para as obras de duplicação da Rodovia Amaral Peixoto (RJ-106) que liga Rio das Ostras a Macaé, será mais um capitulo da novela “Duplicação da Amaral Peixoto”.”

O mesmo jornal ainda trazia um histórico dessa novela que se arrasta há onze anos!

“-Uma breve história do convênio.

Em julho de 2008 a Petrobras, o prefeito de Rio das Ostras, Carlos Augusto, o Governo do Estado, representado pelo Governador Sérgio Cabral e o prefeito de Macaé, Riverton Mussi, entre outras instituições, assinaram um convênio supostamente para a melhoria da população que englobaria vários segmentos, e um dos principais temas a favorecer Rio das Ostras foi a duplicação da Rodovia Amaral Peixoto ou RJ 1A duplicação da rodovia RJ-106, trecho Rio das Ostras – Macaé, disse o convênio entre Petrobras, Prefeitura de Macaé, Prefeitura de Rio das Ostras e Departamento de Estradas de Rodagem tem por objetivo duplicar o trecho entre Macaé e Rio das Ostras da Rodovia RJ-106, a fim de contribuir para a segurança da população no percurso, contribuindo também para o desenvolvimento sócio-econômico da Bacia de Campos. Em contrapartida a Petrobras se compromete a fornecer o asfalto e a duração do convênio seria de 2 anos, ou seja, o convênio já está “vencido” ou já se encontra sem efeito.

Na ocasião, a cerimônia foi realizada com a presença do governador do Estado do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral; do gerente executivo de Pré-Sal da área de Exploração e Produção (E&P-PRESAL), José Miranda Formigli, e do deputado federal Jorge Bittar; além do prefeito de Macaé, Riverton Mussi; e do prefeito de Rio das Ostras, Carlos Augusto Balthazar, quando foi formalizada a criação do Programa de Desenvolvimento Social de Macaé e Região (Prodesmar)."

Site do jornal na época:

https://riodasostrasjornal.blogspot.com/2012/06/obras-da-duplicacao-da-rodovia-amaral.html?m=1

BreakFest

Por Sergio

sem comentários

Deixe o seu comentário