Macaé News
Cotação
RSS
Sexo Verbal - Por Fabielly Vasconcelos

Sexo Verbal Por Fabielly Vasconcelos

Sexo Verbal - Por Fabielly Vasconcelos

ALGUÉM MUITO ESPECIAL!!!

Publicado em 18/04/2018 sem comentários Comente!

Imagem do poster do filme Alguém Muito Especial - Flime de 1987

Imagem do poster do filme Alguém Muito Especial - Flime de 1987

A “pessoa especial”, mesmo na correria do dia a dia, nas nossas desventuras e decepções, a maioria das pessoas esperam encontrar um alguém.

Nos dias atuais estamos vivenciando várias novas formas de amores, segundo a sexóloga Regina Navarro Lins, o maior desafio dos casais, é transitar por esses novos acordos de abertura do relacionamento, ela ainda fala sobre um fato, que eu me permito discordar, que os dias do amor romântico estão contados. Amor romântico é o amor do, “felizes para sempre”, devemos concordar sim com a Regina, que ninguém é feliz o tempo todo, mas que existem casais felizes e com relacionamentos bons que vivem dentro de padrões, isso é fato.

A “modernidade líquida”, termo do sociólogo polonês Zygmunt Bauman, se baseia na instantaneidade das coisas no mudo moderno. Será que ficaremos tão líquidos a ponto de não conseguirmos nem nos relacionar com outro, ou as coisas serão tão superficiais, que nos tornamos seres descartáveis?

Mesmo com muitas pessoas descrente dos relacionamentos, descrentes das pessoas, dos sentimentos e de si mesmo, percebo que a procura pela “pessoa especial” nunca para, e um fato que observei em aplicativos de relacionamentos e redes sociais, que as pessoas transitam entre as novas formas de amores, experimentam com mais liberdade, por exemplo, o sexo casual, que em minha opinião não é tão casual assim, é apenas uma forma de liberdade em conhecer o outro, começando pela atração sexual, vale ressaltar que não são todas as pessoas que experimentam o sexo casual.

E conversando com muitas pessoas, que procuram em redes sociais, ou mesmo em bares, parceiros para sexo casual, me surpreendi, pois mesmo quando fazem sexo apenas pelo sexo, estão procurando um algo mais, ou seja, nosso desejo pelo prazer está ligado a um desejo de amar, mesmo que inconscientemente.

Então não posso acreditar no final do amor romântico, e que as novas formas de amar irão substituí-lo, penso que uma reformulação desse amor, partindo de reformularmos a nós mesmos. As pessoas ainda estão à procura de algo ou alguém que de uma forma ou de outra o complete, isso não significa que essas pessoas sejam a metade de algo, ou que precise ser completada para sobreviver. É fato que sobrevivemos sem um alguém especial, só não sei se é isso que realmente queremos.

“Então deixemos nossa liquidez de lado, e vamos a coisas concretas, é muito bom ter aquela pessoa, não sei como serão definidos os rótulos sociais, amante, amor, amigo (com benefícios), aquela pessoas que podemos chamar de ‘ NOSSA PESSOA ESPECIAL.” Essa pessoa não tem regras que a determine, ela simplesmente é especial.

Para identificar essa pessoa não tem uma lógica matemática, nem uma magia de “pirlimpimpim”, você a identificará quando você estiver pronto ou preparado para encontrar, a pessoa especial é aquela que você quer sempre perto de você, não importa a situação ou seu estado de espírito, nem a correria do dia a dia, você quer falar com ela, ver a reação dela, e se possível, estar com ela.

Fique atento que a “pessoa especial”, não precisa ser parecida com você, não precisa seguir passos que você estabeleceu, ela está longe de ser perfeita, está mais perto do que você nunca quis, pois sempre idealizamos, e nem sempre acertamos.

Mas a busca da pessoa especial, não está fora de moda, nunca caiu em desuso nem está perto de acabar.

Então quando encontrar sua “pessoa especial” faça um esforço para não deixá-la ir, não meça esforços, e não se afaste por motivos irrelevantes ou problemas cotidianos, que todos temos e teremos.

Viva intensamente os momentos com seu “alguém especial”, se for preciso reformulem, inventem, reinventem-se, não se percam, façam sexo, muito sexo, conversem, sorriam de idiotices, briguem, tenham ciúmes, chorem, terminem, mas volte, o amor romântico irá se reinventar, não acabar.

 

 

Sexo Verbal

Por Fabielly Vasconcelos

Agenda

+ eventos

sem comentários

Deixe o seu comentário
Digite as palavras abaixo: