Macaé News
Cotação
RSS
Dimensão Arquitetura - Por Luis Paulo Guimarães

Dimensão Arquitetura Por Luis Paulo Guimarães

Dimensão Arquitetura - Por Luis Paulo Guimarães

Como dar um up para o Natal e o Ano Novo na decoração da sua casa

Publicado em 11/12/2017 sem comentários Comente!

Árvore de Natal estilizada com fotos (fonte: follow the colours)

Árvore de Natal estilizada com fotos (fonte: follow the colours)

Olá meus amigos e amigas da coluna Dimensão Arquitetura! Estamos chegando ao final de um ciclo. Semana passada eu falei aqui sobre luzes de Natal. Que tal agora falarmos um pouco sobre a decoração natalina e de ano novo?

A composição de cores, brilhos, texturas cria uma harmonia e coopera para criar aquele clima de festividades, não acham?

Nem todo mundo tem aptidão para criar decorações natalinas, nem todo mundo tem tempo, ou grana. Vamos falar um pouco sobre alguns tipos de decoração para deixar sua casa com um toque especial nesta data.

Vamos falar primeiro das cores que predominam: verde, vermelho, dourado e prateado. Essas cores remetem ao Natal, ao Ano-Novo. Mas não foram simplesmente escolhidas, elas carregam consigo algumas mensagens.

Vermelho: É a cor do amor. Por ser uma cor quente também significa alegria. No catolicismo é amor incondicional, ensinada por Jesus Cristo e representa o seu sangue.

A roupa do Papai Noel é vermelha por que foi baseada na lenda de São Nicolau, um bispo que distribuia doces para as crianças no Natal. Ele, como todos os bispos usava vestes vermelhas.

O verde no Natal representa a esperança, resistência, resiliência. Antigamente as pessoas usavam ramos de pinheiro, azevinho e hera, plantas que não perdem folhas para o enfeite das suas casas nos meses de frio e escuridão. Era uma forma de lembrar que o inverno não duraria para sempre, que a primavera voltaria logo.

O dourado representa o sol, a luz e a presença do divino. Tem um significado muito bonito que é da generosidade, o de presentear. Um dos presentes levados pelos reis magos a Jesus no seu nascimento foi o ouro. O dourado sempre apareceu nas árvores de Natal também como o caminho da estrela que guiou os magos até o deserto.

Usado também no ano novo, o dourado é simbolo de riqueza, desejo de um ano próspero de dinheiro, de saúde, felicidade.

A cor branca remete à neve (lembrando que esses costumes vêm do lado norte do globo, onde se inicia o inverno), também remete à pureza e também a luz de Cristo no mundo. No Reveillón é utilizado para evocar a paz.

Bom, já vimos um pouco da história das cores, agora, vamos aplicá-las a decoração natalina?

Não vou entrar no mérito da decoração externa. Qual é o primeiro lugar decorado de uma casa? Acertou quem disse a porta.

As guirlandas adornam as portas nesta época do ano e representam a festa do nascimento de Jesus. A tradição surgiu em Roma, pois se acreditava que presentear com ramo de planta traz saúde, assim então, passou-se enrolar os ramos para que todas as pessoas da mesma família tivessem sorte.

As guirlandas, também nomidadas e utilizadas como coroa do advento, ou seja, do que vierá carrega consigo simbolismos que  a tornam mais significativas. Seu formato em círculo signfica a perfeição, sem começo e sem fim e rico em harmonia     . O Universo tem forma circular e nele encontramos o ciclo do tempo, do ano.

Na celebração liturgica as coroas do advento recebem a cada domingo uma vela. São quatro passagens. No primeiro domingo uma vela roxa é acesa para convocar os fiéis para a vigília, no segundo domingo, uma vela também roxa é acesa para a preparação, no terceiro domingo se acende uma vela rosa, que marca a espera, a alegria da chegada do Messias e por fim, na noite de Natal se acende a vela branca.

Bom, mas não só de guirlanda se vive o Natal, né gente? Tudo é permitido. Sobretudo, bom senso.

No período que antecede o Natal pode-se usar almofadas com as cores que já falamos antes. Outras cores em tons cintilantes também dão um “que a mais no ambiente”. Vale distribuir pelo ambiente enfeites como papai noel, laços, velas, tudo com uma pitada de cores e brilho que a data pede.

Pra quem tem casa em mais de um pavimento, a escada, ou mais precisamente o corrimão da escada pode receber luzes de natal, guirlanda e bolas de natal.

Mais incomum aqui no Brasil, mas existente nos lugares mais frios, a lareira também é um charme a parte quando falamos em Natal. Bom, quem tem, certamente não irá acender a lereira, a menos que o clima pregue uma peça, mas vale colocar sapatinhos, bengalas decoradas, renas.

Já na ceia de Natal merece um carinho para a mesa. Geralmente uma toalha que se extende com sobra pelos lados, com alguns motivos natalinos de sinos, anjos, bordas douradas, verdes e vermelhas. Também há espaço para os guardanapos, velas, e outros adornos que dão um toque pra lá de especial.

No ano novo o destaque da mesa é o branco e o dourado. A decoração de ano novo pode incluir balões, cartazes como cartoons pendurados no teto ou nas paredes.

Bom, eu não sei se pra você essa data é uma época de celebrações como para mim é. Mas ainda assim eu desejo que esse brilho possa estar no seu dia a dia, naquilo que você busca, na forma como você se relaciona com as outras pessoas.

Se para você é uma data triste, nostalgica, eu espero que sirva para fazer uma instropecção e ao olhar para dentro você perceba quão grandes coisas você pode batalhar nesses próximos 365 dias. Que as cores do Natal e do Ano Novo brilhem para você e para sua família.

P.S. Estou fazendo estes votos, mas tem outras matérias ainda este ano! Aguardem!

 

 

 

Dimensão Arquitetura

Por Luis Paulo Guimarães

sem comentários

Deixe o seu comentário
Digite as palavras abaixo: