Macaé News
Cotação
RSS
Acosta nos bastidores da notícia - Por Acosta

Acosta nos bastidores da notícia Por Acosta

Acosta nos bastidores da notícia - Por Acosta

Prefeitura prossegue cadastrando cães e gatos para castração gratuita

Publicado em 10/07/2017 sem comentários Comente!


A Prefeitura de Macaé, através da coordenação especial de Promoção da Saúde dos Animais/Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) cadastrou nos últimos dias 5, 6 e 7, nos bairros do Lagomar e Barreto, 186 animais (cães e gatos), para as cirurgias gratuitas de castração que serão realizadas a fim de garantir o controle do crescimento populacional dos pequenos animais da cidade.

As intervenções cirúrgicas, que irão avançar em direção a outros bairros, onde há maior população de animais, fazem parte do Programa Municipal de Controle Populacional de Cães e Gatos (PCPCG) e Controle de Zoonoses através de parcerias.

- Acreditamos que é possível realizar políticas públicas para animais em Macaé. Nosso objetivo é atender as pessoas de menor poder aquisitivo que não conseguem pagar um procedimento como esse. O programa Municipal está respaldado na nova legislação federal (Lei 13.426/2017) que criou uma política de controle de natalidade de cães e gatos no Brasil. Nossa meta é continuar fazendo o cadastramento e castração nas áreas de maior índice de cães e gatos para evitar o surgimento de mais animais em situação de rua -, avaliou o coordenador especial de Promoção da Saúde dos Animais, Rafael Amorim.

Os primeiros procedimentos que ocorreram no último mês de maio e que castrou 22 caninos e 16 felinos foram realizados pela equipe de profissionais pós-graduados do projeto de extensão da Universidade Estadual do Norte Fluminense (Uenf), de Campos dos Goytacazes, com o apoio dos médicos veterinários do CCZ de Macaé. Além disso, houve a adesão de um voluntariado composto de estudantes de veterinária, do Pet Star (pet shop) e Casa dos Anjos, entre outros.

Amorim conta que o cadastramento é a fase inicial para a castração de cães e gatos, um procedimento que garante o controle da natalidade com eficiência, segurança e bem-estar ao animal. “É um passo significativo no controle do crescimento populacional e de promoção da saúde de pequenos animais. Nesta segunda etapa fizemos o cadastramento de proprietários de animais do Lagomar do Engenho da Praia e do Barreto”.

No ato do cadastramento os interessados apresentam documentos como CPF e comprovante de endereço, além do Número de Inscrição Social (NIS). Maria Aparecida Teodoro, de 55 anos, moradora na Avenida Atlântica do Lagomar foi cadastrada. Proprietária do “Thor”, um cão de um ano de vida, ela tem esperança que seu animal será chamado para a castração. “Tenho uma filha especial e o Thor é seu companheiro. Se ele for castrado ficará mais calmo e não tentará mais fugir para a rua. Vejo o programa com positividade, pois a castração deverá evitar a proliferação de cães e gatos nas ruas de nosso bairro e o contágio de doenças”.

Já Marlene Santos (50 anos) que mora na W 5 e possui quatro cães e uma gata disse que quando se tem animais todo o cuidado é necessário. “Quero castrar a ‘Bela’, minha cadela de um ano para que ela não reproduza como muitos que estão nas ruas. É preciso cuidar dos nossos animaizinhos e os meus levo sempre para a vacinação, pois cuidado é pouco”.

Avaliação – Muitos proprietários de animais que foram vacinar seus cães e gatos contra a raiva aproveitaram para fazer o cadastro. Dos 186 animais, 68 foram avaliados para o procedimento cirúrgico pela médica veterinária do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), Débora Benjamin. “Após o cadastramento avaliamos logo e apenas um cão foi considerado não apto para a cirurgia. O princípio de tudo é a castração que diminui o número de animais abandonados nas ruas. Quando cães e gatos estão em situação de rua há sempre a manifestação de doenças como esporotricose, raiva, leptospirose e muitas outras”, explicou.

Próxima etapa - A próxima etapa do cadastro acontecerá na quinta-feira, dia 13, contemplando moradores do Jardim Carioca (Rua São João) e Piracema (Praça Principal) das 9h às 16h em conjunto com a campanha de vacinação antirrábica.

Vacinação antirrábica – A vacinação antirrábica, única forma de prevenção contra o vírus da doença incurável que é transmitida por meio da saliva dos animais contaminados, imunizou entre os últimos dias 5 e 6, em três locais da Avenida W 5 do Lagomar, cerca de 1.280 cães e 335 gatos. No Barreto, na sexta-feira (7), 168 cães e 37 gatos foram vacinados. Até o próximo dia 31, 20 outros bairros serão atingidos com a medida preventiva.

___________________________________________________________

Jornalista Lourdes Acosta CCZ – DRT/MTE 911/MA - Macaé, 10/07/2017.

Acosta nos bastidores da notícia

Por Acosta

Agenda

+ eventos

Classificados

+ anúncios

sem comentários

Deixe o seu comentário
Digite as palavras abaixo: