Macaé News
Cotação
RSS
Acosta nos bastidores da notícia - Por Acosta

Acosta nos bastidores da notícia Por Acosta

Acosta nos bastidores da notícia - Por Acosta

Radialista lança livro de macaense que ganha primeira medalha olímpica brasileira

Publicado em 18/05/2017 sem comentários Comente!


Prestigiado por ícones do jornalismo impresso, radialistas, colunistas, escritores, personagens do cenário cultural, esportivo e político da cidade, o radialista Mário Luiz lançou nesta quarta-feira (17), no auditório da Associação Comercial e Industrial de Macaé (ACIM), o livro de sua autoria “Afrânio – A primeira medalha do Brasil, no peito, na raça e na... bala”.

O evento foi aberto num clima festivo e amistoso. A mesa de abertura, composta pelo historiador e professor Ricardo Meirelles, pela secretária de Cultura, Tânia Jardim e pelo protagonista da noite, o escritor e radialista Mário Luiz, deu o tom do lançamento literário.

Ricardo Meirelles destacou a importância do resgate histórico do personagem macaense Afrânio, que conquistou para o Brasil a primeira medalha de prata. “O que Mário fez foi contar numa linguagem de fácil leitura e com riqueza de detalhes a conquista olímpica de Afrânio no campeonato da Bélgica. É um livro que une literatura e história e deve ser conhecido pelos macaenses mais jovens”. Já Tânia Jardim ressaltou a riqueza cultural do livro. “O livro do Mário marca a cultura do povo porque se trata de uma pesquisa para o conhecimento de todos e que será valorizado por quem irá ler. Tenho certeza de que Mário, além de radialista será reconhecido pelo seu trabalho como escritor”, disse.

Emocionado, o radialista e escritor Mário Luiz agradeceu o apoio dos profissionais da imprensa e da diretoria da Associação Comercial, à secretária de Comunicação, Luciene Rangel e seu esposo Antônio Luiz Santos, secretário de Administração, que participaram do evento, à colaboração de Ricardo Meirelles e a presença de amigos nesta noite de autógrafos, quando orgulhosamente lança o livro que fala da vida de um macaense.

- Este livro é a realização de um sonho. Esta obra surgiu após iniciarmos um projeto de um filme sobre a história do Afrânio, mas a falta de recursos e apoios me fez transformá-lo em livro. Mas, é uma satisfação ímpar lançar um livro como este para completar o ciclo, lembrando o que me disse o amigo Clinton, da editora Silva Santos ao editar a obra, que um homem só se realiza plenamente quando planta uma árvore, tem um filho e escreve um livro. Já plantei uma árvore e tive um filho. Agora lanço o livro para completar o ciclo – assegurou, completando seu desejo de que ao lerem a obra literária, as pessoas possam ter também vontade de escrever.

O autor contou que o livro relata a saga de um macaense que desacreditado foi participar da primeira Olimpíada da história do Brasil, em 1920, na Antuérpia, na Bélgica. Nesse período, o Brasil nunca havia levado ninguém para uma Olimpíada. Afrânio saiu ridicularizado e voltou como herói, com a primeira medalha de prata do país na competição mundial.

- Além da vida esportiva de Afrânio, o livro também faz uma biografia do personagem, que teve uma vida pública ativa. Ele foi um advogado excelente, ministro presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ajudou a organizar as primeiras eleições livres no país após Getúlio Vargas e foi provedor da Santa Casa do Rio de Janeiro -, destacou Mário.

Para a realização e produção do livro, Mário Luiz contou com o apoio dos historiadores e professores Ricardo Meirelles e Marcelo Abreu, da pesquisadora e historiadora Jane Marinho e da fotógrafa Cláudia Barreto. A editora Iris Mídia é a responsável pela confecção, distribuição e registro dos exemplares na Biblioteca Nacional. O livro também será lançado nesta sexta-feira (19), na Casa da Cultura Adelino de Campos Tavares, em Conceição de Macabu.

Estiveram presentes no evento literário jornalistas, radialistas e colunistas como Tatiana Campolina, Marli Simas, Renato Martins, Marcelo Nunes, Fábio Mata, Carla Cardoso, João Ventura, Lourdes Acosta, Carlos Dorador, Tamara Lima, Tati Gaia e Thiago Silveira, além do advogado Elgin Peçanha e do escritor Gilliard Viana, entre outros.

________________________________

Jornalista Lourdes Acosta

Macaé, 17/05/2017.

Acosta nos bastidores da notícia

Por Acosta

Agenda

+ eventos

Classificados

+ anúncios

sem comentários

Deixe o seu comentário
Digite as palavras abaixo: